Agenda Cultural Vale


Voltamos com a corda toda, segue nossas dicas culturais para começar bem o feriado :

Festival de dança em São José dos Campos
[ 04/06/2012 ] - [ 10h5 ]

Passos marcados

Isabela Rosemback
São José dos Campos


Estende-se até o dia 10 de junho a 23ª edição do Festidança, festival nacional que anualmente reúne grupos de diferentes modalidades de dança em São José dos Campos. Com mostras fixas no Teatro Municipal, além de outras intervenções e disputas que ocupam mais oito espaços da cidade, o público terá contado com 306 opções de apresentações para assistir até o final da temporada deste ano.
Apenas os workshops e as entradas para a programação do Teatro Municipal –que abrange, também, coreografias de grupos convidados– são pagas. As demais atrações voltadas para o público geral são gratuitas e espalham-se pela cidade (veja programação simplificada).
“Como neste ano são celebrados os 60 anos do Cine Santana, também convidamos o grupo Meninas de Sinhá para fazer uma apresentação nele. É um conjunto de Minas Gerais formado por mulheres da Terceira Idade e segue uma linha folclórica, com cirandas e outras danças, então tem tudo a ver”, afirma Fernanda Ribeiro, coordenadora do Festidança.
A atração será no dia 9 de junho, às 16h, no auditório da zona norte –reduto de mineiros em São José. No mesmo dia, no galpão Gaivota do Parque da Cidade, será realizada a Batalha de Danças Urbanas, que valoriza os passos e estilos típicos da cultura hip-hop. À noite, o grupo convidado Discípulos do Ritmo apresenta a coreografia de dança urbana “Urbanóides 2.0”, do também jurado desta edição Frank Ejara, no Teatro Municipal.

Festival de dança em São José dos Campos
[ 04/06/2012 ] - [ 10h5 ]

Passos marcados

Isabela Rosemback
São José dos Campos


Estende-se até o dia 10 de junho a 23ª edição do Festidança, festival nacional que anualmente reúne grupos de diferentes modalidades de dança em São José dos Campos. Com mostras fixas no Teatro Municipal, além de outras intervenções e disputas que ocupam mais oito espaços da cidade, o público terá contado com 306 opções de apresentações para assistir até o final da temporada deste ano.
Apenas os workshops e as entradas para a programação do Teatro Municipal –que abrange, também, coreografias de grupos convidados– são pagas. As demais atrações voltadas para o público geral são gratuitas e espalham-se pela cidade (veja programação simplificada).
“Como neste ano são celebrados os 60 anos do Cine Santana, também convidamos o grupo Meninas de Sinhá para fazer uma apresentação nele. É um conjunto de Minas Gerais formado por mulheres da Terceira Idade e segue uma linha folclórica, com cirandas e outras danças, então tem tudo a ver”, afirma Fernanda Ribeiro, coordenadora do Festidança.
A atração será no dia 9 de junho, às 16h, no auditório da zona norte –reduto de mineiros em São José. No mesmo dia, no galpão Gaivota do Parque da Cidade, será realizada a Batalha de Danças Urbanas, que valoriza os passos e estilos típicos da cultura hip-hop. À noite, o grupo convidado Discípulos do Ritmo apresenta a coreografia de dança urbana “Urbanóides 2.0”, do também jurado desta edição Frank Ejara, no Teatro Municipal.

Festival de dança em São José dos Campos estende-se até o dia 10 de junho a 23ª edição do Festidança, festival nacional que anualmente reúne grupos de diferentes modalidades de dança em São José dos Campos. Com mostras fixas no Teatro Municipal, além de outras intervenções e disputas que ocupam mais oito espaços da cidade, o público terá contado com 306 opções de apresentações para assistir até o final da temporada deste ano.
Apenas os workshops e as entradas para a programação do Teatro Municipal –que abrange, também, coreografias de grupos convidados– são pagas. As demais atrações voltadas para o público geral são gratuitas e espalham-se pela cidade (veja programação simplificada).
“Como neste ano são celebrados os 60 anos do Cine Santana, também convidamos o grupo Meninas de Sinhá para fazer uma apresentação nele. É um conjunto de Minas Gerais formado por mulheres da Terceira Idade e segue uma linha folclórica, com cirandas e outras danças, então tem tudo a ver”, afirma Fernanda Ribeiro, coordenadora do Festidança.
A atração será no dia 9 de junho, às 16h, no auditório da zona norte –reduto de mineiros em São José. No mesmo dia, no galpão Gaivota do Parque da Cidade, será realizada a Batalha de Danças Urbanas, que valoriza os passos e estilos típicos da cultura hip-hop. À noite, o grupo convidado Discípulos do Ritmo apresenta a coreografia de dança urbana “Urbanóides 2.0”, do também jurado desta edição Frank Ejara, no Teatro Municipal.

 



Escrito por Ricardo Serapião às 18:10:42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Vamos a uma divulgação agora dos amigos do Bola de Meia :



Escrito por Ricardo Serapião às 23:31:23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Nessas andanças que faço pelo Vale do Paraíba valorizando os eventos culturais que identifico de grande contribuição cultural, tenho a honra de conhecer pessoas e projetos importantes que faço questão de divulgar. Em uma exibição do documentário caminhos da mantiqueira, na cidade de Pindamonhangaba, conheci a sra. Judith Carvalho, uma artista plástica de grande sensibilidade humana que estará lançando em São Paulo, capital, seu livro : República Brasileira da Mantqueira. deixo aqui o convite para quem puder comparecer na livraria da vila nessa sexta-feira segue nossa contribuição :

 



Escrito por Ricardo Serapião às 23:15:57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Após a dica do show da dançarina consagrada mundialmente , Deborah Valério, vamos agora a uma dica de Viola do grupo Cordas da mantiqueira, veja :



Escrito por Ricardo Serapião às 22:42:20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pessoal, depois de um tempo correndo atrás de eventos, participando de outros e organizando ontem a exibição do filme : Caminhos da Mantiqueira, vamos as mais recentes dicas que identificamos como valorosas e de grande contribuição cultural para nossa região, vejam :

Com o espetáculo Gala Extravaganza, a bailarina e dançarina do ventre Deborah Valério, de São José

dos Campos, comemora seus 15 anos de carreira!  

Vai ser no dia 10 de dezembro, às 20 h, no Teatro da UNIVAP (Praça Cândido Dias Castejón, 116

Centro – São José dos Campos).  

No elenco, Elis Pinheiro, Esmeraldah, Fadua Chuffi, Layali Suheil, Márcio Mansur – além da participação

especial de Fernanda Rodrigues e Banda Alimah. Mais informações no www.deborahvalerio.com.br



Escrito por Ricardo Serapião às 22:24:39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amigos é com satisfação que posto uma grande dica cultural para os amigos que gostam de ótimos livros. Indico o livro de  nosso amigo André Kondo, agora em Taubaté. Com direito a apresentação de Taikô e muitas outras atrações, vejam :

CONVITE PARA UMA VIAGEM AO JAPÃO!

Lançamento do livro Contos do Sol Nascente (em prol da ASSID – Associação para Síndrome de Down de Taubaté). Por favor, para quem é da região, divulgue o evento para os amigos! Obrigado!


Data: 26 de Novembro de 2011 (sábado)
Horário: 9:30 ao meio-dia
Local: Teatro do Parque Municipal Vale do Itaim
Av. São Pedro, 2000 – Jardim América  – Taubaté/SP
Entrada franca.




Programação:

  • Apresentação do Grupo de Taikô Kyoukoku Daiko, de São José dos Campos
  • Apresentação de Karatê, com a atleta da seleção paulista, Patrícia K.
  • Exposição da artista plástica japonesa Mimi, com tema nipônico
  • Distribuição de origami
  • Degustação de sushi


Cada pessoa que doar R$ 10,00 para a ASSID receberá de presente um exemplar do premiado livro “Contos do Sol Nascente” (editora JBC), de André Kondo. A obra recebeu recentemente o Prêmio Bunkyo de Literatura 2011, a Menção Honrosa no Prêmio Esfera das Letras – Portugal, e o apoio do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura do Governo de São Paulo.



Press release:

CONTOS DO SOL NASCENTE

“Por que os Contos do Sol Nascente emocionaram tantas pessoas nos países do poente, recebendo tantos prêmios literários no Brasil e em Portugal? Talvez porque entre o nascente e o poente... brilha uma única alma humana.”

Em suas aventuras pelo Japão, André Kondo seguiu as pegadas de Miyamoto Musashi, meditando na caverna em que o mais célebre samurai deitou a sua espada (condensando a alma japonesa no livro dos Cinco Anéis). Porém, não foi sob a sombra de Musashi que o autor encontrou a inspiração para escrever “Contos do Sol Nascente”.
Ao escalar o sagrado Monte Fuji, Kondo vislumbrou, sob a luz do luar, um idoso casal vencendo as rochas vulcânicas. Ao passar pelo torii, o pórtico no topo do Monte Fuji, o casal foi iluminado pelos primeiros raios de sol... Nesse instante, vislumbrou-se a força milenar de um povo, reluzindo ao longo dos anos, em busca da eternidade...
A partir de então, sobre a ponte construída pelos seus pais, André Kondo traz, ao Brasil, um pouco da luz da aurora de um povo.
Dos quinze contos, ilustrados pelo artista Von Victor, que compõem o volume, mais da metade foi distinguida em algum prêmio literário, sendo que o livro foi um dos vencedores do Prêmio Bunkyo de Literatura 2011, recebendo também menção honrosa no Prêmio Esfera das Letras, de Portugal. Em reconhecimento ao seu valor literário, a obra recebeu o apoio do Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Estado da Cultura do Governo de São Paulo, em 2010.
Porém, o maior mérito deste livro não reside em sua qualidade literária, mas na sutileza com que as suas palavras chegam a nós, como flores de cerejeira ao vento...


Sinopse:

Ao viajarmos por este livro rumo ao Japão, encontraremos a pintura da perfeição de mestre Tsuji, a mira do destino no arco de Satoru, o brilho da relíquia nas mãos de Koetsu os contornos do vaso dos cinco elementos de Eiti, a faixa preta do órfão Kentaro, as batidas do silêncio do tambor de Hayashi, o sabor de um chá que demorou sete anos para ser preparado por Yuudoi, o som da flauta mágica de Harada, o bonsai gigante de Ito, a xilogravura sem fim de Nobuo, as cordas do coração do shamisen de Emi, o origami desdobrado de Masao, o abraço sem braços da boneca de Kokeshi e as flores da vida no quimono de Hana...
Por que os Contos do Sol Nascente emocionaram tantas pessoas nos países do poente, recebendo tantos prêmios literários no Brasil e em Portugal? Talvez porque entre o nascente e o poente... brilha uma única alma humana.


Sobre o autor:

André Kondo não traz apenas no sobrenome a escrita nipônica; seus contos também refletem a alma do país do Sol Nascente. Do Festival da Neve de Sapporo em Hokkaido ao vulcão Sakurajima em Kyushu, passando pelos templos de Quioto e ruelas de Tóquio em Honshu até os redemoinhos de Naruto em Shikoku, o autor não apenas morou e viajou pelas ilhas do Japão, mas também mergulhou profundamente na alma japonesa, tentando encontrar a essência deste povo que flui em seu sangue. Kondo também é autor dos livros “Além do Horizonte” e “Amor sem Fronteiras” (Prêmio Paulo Mendes Campos UBE-RJ). A lançar: “O Pequeno Samurai” (Dupla Menção Honrosa – Prêmio Nacional de Literatura João-de-Barro 2009) e “Palavras de Areia” (Prêmio Alejandro Cabassa UBE-RJ 2011). Pós-graduado pela Universidade de Sidney – Austrália, aventurou-se pelos cinco continentes, viajando por 60 países. Neste novo livro, “Contos do Sol Nascente” (Prêmio Bunkyo de Literatura 2011, M.H. Prêmio Esfera das Letras – Portugal e ProAC 2010), o autor retorna ao lar.


Dados técnicos:

Título: Contos do Sol Nascente
Autor: André Kondo
Gênero literário: Contos
Ilustrador: Von Victor
Editora: JBC
Ano da publicação: 2011
Número de páginas: 120
ISBN: 978-85-7787-408-8


Contatos:

Autor:
E-mail: kondoandre@gmail.com
Skype: andre.kondo
Telefone: (11) 9432-8289

Editora:
E-mail: jbc@editorajbc.com.br
Tel: (11) 5575-6286 / fax: (11) 5549-0319
Endereço: R. Loefgreen, 1291 – 8º andar Vila Mariana 04040-031 São Paulo/SP

Blog do livro:



Projeto realizado com o apoio do Governo de São Paulo
Secretaria de Estado da Cultura – Programa de Ação Cultural - 2010.


www.contosdosolnascente.blogspot.com



Escrito por Ricardo Serapião às 19:28:31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amanhã está sem idéia do que fazer ? Ok, ajudamos você. Veja essa dica do SESI de São José dos Campos :

Teatro do Sesi São José dos Campos apresenta a peça As Noivas de Nelson



 

Adaptação do livro A vida como ela é..., de
Nelson Rodrigues, a companhia abordará a questão
do Amor versus a Morte através da interpretação
dos temas noivado, casamento e viuvez
As sessões serão realizadas na quinta
e sexta-feira (24 e 25/11), às 20h
A entrada é franca


Nos dias 24 e 25 de novembro, às 20h, o Teatro do SESI São José dos Campos apresenta, gratuitamente, a peça dramática As noivas de Nelson, da Cia. Paulista de Artes. A montagem é uma das 15 selecionadas para integrar o circuito Viagem Teatral 2011 - 2ª Temporada, promovido pela entidade em todo o Estado.

Baseado em cinco contos do livro A vida como ela é..., de Nelson Rodrigues, o espetáculo aborda, de alguma maneira, os temas noivado, casamento e viuvez, presentes na obra do escritor.

Diante da ordem bíblica crescei e multiplicai-vos ou do chamado da natureza para a procriação da espécie, as narrativas traçam uma radiografia patética do ser humano e seus encontros e desencontros à procura do amor.

Cientes da importância de manter vivos grandes autores brasileiros, o grupo resgatou textos de Nelson Rodrigues, publicados há quase meio século, para mostrar sua atualidade e a importância deles nas transformações do teatro brasileiro e da sociedade nos séc. XX e XXI.

Da exibição de pequenas falhas que ganham dimensões trágicas, a peça reflete com muito humor a dicotomia Amor versus Morte, elemento fundamental da ficção e do teatro de Nelson Rodrigues. Afinal de contas, como afirmou o próprio autor: toda a minha obra é uma reflexão sobre o amor e a morte.

Sobre a Cia. Paulista de Artes

Criada em 1991, a Cia. Paulista de Artes desenvolve, desde sua formação, produções teatrais infantis, apresentadas para mais de 90 mil pessoas em todo o estado, e produções para o público adulto que circulam pelos mais importantes festivais do Brasil.

Dentre suas montagens, destacam-se a peça No exercício da paixão, baseada em livro de Nelson Rodrigues e vencedora de 32 prêmios; Cobrindo a Megera, de olho na fera!, espetáculo de rua escrito por Rosangela Brigoni e ganhador de 13 prêmios; Jogos na hora da sesta, de Roma Mahieu; e o espetáculo infantil Faz-de-conta que você canta e conta um conto a cada canto.

Até o momento, a companhia soma em seu currículo 55 prêmios. Representou por duas vezes o Brasil no XVII Internacional AIDS Conference, sendo uma no México e outra em Viena (Áustria).

Sobre Nelson Rodrigues

Nelson Rodrigues nasceu em 1912, no Recife, Pernambuco, e, quatro anos depois, mudou-se para a cidade de Rio de Janeiro, adotando eternamente a cidadania ‘sou essencialmente carioca'. Sua vida pessoal e familiar foi marcada por acontecimentos trágicos que viriam a influenciar e ressurgir como temas em sua obra.
Durante longos anos trabalhou como repórter policial, onde lapidou o estilo que iria consagrá-lo como jornalista, escritor e dramaturgo. Seu primeiro sucesso artístico foi Vestido de Noiva, peça na qual o autor propõe uma renovação teatral nunca antes vista.

No decorrer da década de 1950, escreveu a coluna diária A vida como ela é ..., no jornal Ultima Hora; textos curtos, produzidos para o momento, mas que atingiram universalidade e popularidade em todas as suas edições.
O amor, o adultério, a traição, o incesto e a morte são traços característicos de sua assinatura. Deixou o legado de uma obra teatral genial formada por 17 peças de vital importância para a compreensão das contradições humanas. Faleceu em 1980 e, até a morte, foi torcedor fanático do Fluminense Futebol Clube.

Ficha Técnica
Texto: Nelson Rodrigues
Adaptação e direção: Marco Antônio Braz
Assistente de direção: Anamaria Barreto
Elenco: Aline Volpi, Anamaria Barreto, Ana Paula Castro, Basílides Ortega, Edivaldo Zanotti, Marcelo Peroni, Marici Nicioli, Rosangela Torrezin, Vivi Masolli e Vladimir Camargo.
Cenários e figurinos: Juliana Fernandes
Iluminação: Guilherme Bonfanti
Sonoplastia: Marco Antônio Braz


SERVIÇO
Viagem Teatral 2011 - 2ª Temporada
Espetáculo: As noivas de Nelson

Local: Teatro do SESI São José dos Campos - Av. Cidade Jardim, 4.389, Bosque dos Eucaliptos.
Datas e horários: dias 24 e 25 de novembro (quinta e sexta-feira), às 20h.
Capacidade: 388 lugares
Gênero: Tragicomédia
Duração: 75 minutos
Recomendação etária: Não recomendado para menores de 14 anos
Entrada: Franca - os ingressos serão distribuídos uma hora antes de cada apresentação.

Mais informações: (12) 3936-2611

 
Fonte: Sesi



Escrito por Ricardo Serapião às 20:20:36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Gostaram da dica de teatro que postamos abaixo ? Aproveite, grandes atrizes, recomendo.

Bom, então veja essa dica para Campos do Jordão , anote em sua agenda porque é para os primeiros dias de Dezembro, veja :

 

Nos dias 03 e 04 de dezembro acontecerá em Campos do Jordão, a 11ª. edição da tradicional Festa das Hortênsias organizada pela colônia japonesa local.

O evento acontecerá no Parque das Cerejeiras, em Vila Albertina e terá apresentação de danças folclóricas, comidas típicas, artesanato, malharia e outras atrações.

A festa será realizada pela Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo "Recanto de Repouso Sakura Home" e Clube Cultural e Recreativo Cereja.

Veja abaixo a programação:

Data: 03 de dezembro - sábado
10h00 - Kaito Shamissen - Taiko, Shakuhati e Shaminssen - Música e Danças Folclóricas Japonesas (Responsável: Sr. Kaito)
10h30 - Seizan Ryu - Danças Típicas Japonesas (Responsável: Sra. Ishibashi
11h30 - Dança do Ventre - Grupo Badra (Responsável: Profª Caloa) - Taubaté
12h00 - Matsuri Daiko Bon Odori - Fukushima Kenjin Kai de Mogi das Cruzes
13h00 - Vanessa Ballet - Clássico e Jazz (Crianças e Adultos) (Responsável: Profª Vanessa)
14h00 - Aberto para Karaokê
15h00 - Matsuri Daiko Bom Odori - Fukushima Kenjin Kai de Mogi das Cruzes
15h30 - Aberto para Karaokê

Obs.: Apresentações intercaladas com animação e canções do Sr. Fujita

04 de dezembro - domingo
10h30 - Grupo Shokaku Kan - Arte Marcial Estilo Shintoryu - (Responsável: Prof Marcelo) - 1ª apresentação
11h00 - Soma Bon Odori - Fukushima Kenjin Kai de Atibaia (Responsável: Kurozawa) - 1ª apresentação
11h30 - Tenryu Wadaiko - Associação Cultural de São Miguel Paulista (Responsável: Sra. Nair Yano) - 1ª apresentação
12h00 - Abertura Oficial
12h30 - Grupo Shokaku Kan - Arte Marcial Estilo Shintoryu (Responsável: Prof. Marcelo) - 2ª apresentação
13h00 - Grupo Kenkô Shoguen Taisô (Responsável: Profª Toshie Kawazoe)
14h30 - Tenryu Wadaiko - Associação Cultural de São Miguel Paulista (Responsável: Sra. Nair Yano) - 2ª apresentação
15h30 - Soma Bon Odori - Fukushima Kenjin Kai de Atibaia (Responsável: Kurozawa) - 2ª apresentação

Obs.: Apresentações intercaladas com animação e canções do Sr. Fujita

SERVIÇO
11ª Festa das Hortênsias de Campos do Jordão
Data: 03 e 04 de dezembro de 2011
Horário: das 09h as 17h
Local: Parque das Cerejeiras
Vila Albertina - Campos do Jordão - SP
Informações: (12) 3662-2911
Entrada Franca

 

Fonte: Vpress - Assessoria de Imprensa e Comunicação



Escrito por Ricardo Serapião às 20:09:29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amigos, temos muitas dicas culturais para os próximos dias.

Vamos aos eventos :

Sopros de vida’ é atração em São José - Nathália Timberg e Rosamaria Murtinho fazem apresentações no Colinas


Duas grandes estrelas do teatro e da televisão brasileira encenam texto de um dos dramaturgos ingleses mais consagrados das últimas décadas, autor de sucessos como “As Horas” e “O Leitor”, sob a direção do premiadíssimo Naum Alves de Souza.

Recebido calorosamente por público e crítica na Inglaterra, EUA e Espanha, o espetáculo “Sopros de Vida” é de autoria de um dos grandes expoentes da dramaturgia contemporânea: o inglês David Hare.

Origem - A peça estreou nos palcos londrinos em 2004 com Judi Dench e Maggie Smith, o que acabou classificando o texto como um deleite para atrizes “puro sangue”.

Agora, “Sopros de Vida” chega a São José, na próxima sexta, no Teatro Colinas, sob direção do premiadíssimo Naum Alves de Souza e com um par de estrelas que dispensa apresentações: Nathália Timberg e Rosamaria Murtinho.

Foi com Rosamaria que a reportagem de O VALE falou por telefone da residência da atriz no Rio de Janeiro, cidade a qual ela viveu quase sempre, exceto quando morou em São Paulo, por 13 anos, na década de 60.

História - “Na peça ‘Sopros de Vida’, duas mulheres se enfrentam num sutil embate pelo mesmo homem, partilhado por ambas durante mais de 25 anos”, diz Rosamaria Murtinho. Com um detalhe surpreendente: “A amante (vivida por Nathália) é mais velha que a esposa (Rosamaria) e até mesmo que o próprio marido”, revela.

A partir desta trama, as personagens de David Hare “revelam uma gama de sensações, sentimentos e seus preconceitos”, diz a atriz e completa: “(Essas sensações) têm tornado a peça em “algo muito atrativo para o público masculino, talvez por se reverem no personagem escorregadio, sonso, o distraído Martin que tem duas mulheres”, adianta Rosamaria.

“Sopros de Vida” é uma comédia dramática em quatro quadros, em ato único. A peça tem percorrido o Brasil. Semana passada esteve em Bauru.

Ficha técnica - Além do ótimo elenco e direção, o alto gabarito da montagem brasileira se estende à equipe técnica, que conta com Beth Filipecki nos figurinos e Celina Richers nos cenários, profissionais que já trabalharam com Naum em diversos projetos.

“Sopro de Vida” teve ainda a tradução de Naum Alves de Souza e Nathalia Timberg, iluminação de Wilson Reiz, direção de Produção de Humberto Braga.

Serviço - Teatro Colinas Espetáculo Sopro de Vida. Datas: 25 26 e 27. Dias 25 e 26, às 21h, e domingo às 19h. Ingressos: R$ 70 e R$ 35 (meia). Telefone: (0xx12) 3204-5235.

Fonte : www.ovale.com.br



Escrito por Ricardo Serapião às 20:05:49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amigos, Hoje serei breve porque é um dia diferente no ano, dia de descanso para o produtor e divulgador da Cultura do Vale do Paraíba. Estou aqui curtindo o aniversário no SESC, bebendo da fonte cultural.

E segue a dica de hoje, por sinal tenho orgulho desse dica, pois conheço essa turma que faz acontecer, vejam :

 

Teatro do Sesi São José dos Campos apresenta A Banda Paranga em homenagem ao músico Elpidío dos Santos




O grupo toca composições de Elpídio dos Santos
em show em homenagem ao artista
no domingo 20, às 19h

A entrada é gratuita

No dia 20 de novembro, o Teatro do SESI São José dos Campos apresenta, gratuitamente, o espetáculo Tributo à Elpidío dos Santos, do grupo Paranga. A apresentação foi selecionada no Edital de Projeto Local do SESI 2011, que visa incentivar a produção artística de cada região.

O show é em homenagem à Elpídio dos Santos, um dos maiores compositores do vale do Paraíba, com repertório composto por grandes composições do artista, abrangendo desde valsas, sambas, até música caipira.

Elpídio aprendeu a tocar instrumentos de sopro com a banda local, que se apresentava em todo o Vale do Paraíba.

Ainda jovem, foi para São Paulo estudar no Conservatório Paulista de Canto Orfeônico, onde expandiu seu conhecimento sobre a arte de tocar violão. Já exerceu a função de professor de música e compos diversas canções que tornaram-se sucesso na voz de famosos interpretes, tais como Almir Sater e Sérgio Reis, Fafá de Belém, Vanuza, Cascatinha e Inhana e Renato Teixeira.

Por causa de seu talento, Santos foi destacado como compositor preferido de Amácio Mazzaropi criando 25 trilhas sonoras para filmes do cineasta. Suas músicas também fizeram parte da trilha sonora das novelas Cabocla (Rede Globo), Rei do Gado (Rede Globo), Pantanal (TV Manchete) e Meu Pé de Laranja Lima (Band).

Músicos
Renata Marques - voz
Negão dos Santos - violão e voz
Lia Marques - voz
João Gaspar - violão

SERVIÇO
Projeto Local 2011
Local: Teatro do SESI São José dos Campos - Av. Cidade Jardim, 4.389, Bosque dos Eucaliptos.
Espetáculo: Tributo à Elpídio dos Santos (grupo Paranga)
Data e horário: dia 20 de novembro (domingo), às 19h.
Gênero: música popular brasileira
Duração: 90min.
Recomendação etária: Livre para todos os públicos

Capacidade: 388 lugares
Mais informações: (12) 3936-2611 ramais 252/253
Entrada: Franca - os ingressos serão distribuídos trinta minutos antes do início da apresentação.

 
Fonte: SESI-SP

 



Escrito por Ricardo Serapião às 18:44:01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amigos, vamos a mais dicas culturais para o feriadão :

Espetáculo de dança ‘Urbanóides 2.0’ é atração de hoje e amanhã no Teatro do Sesi, em São José

 

Já alguma vez ouviu falar em urbanóides? O nome parece sugerir uma sub-espécie de seres humanos que habitam as cidades ou urbes.

"Urbanóides 2.0" é a mais recente criação coreográfica da Cia. Discípulos do Ritmo, de Frank Ejara, dançarino-coreógrafo deste grupo de danças urbanas e que chega hoje à cidade, no Teatro Sesi de São José, às 20h, com entrada gratuita . Para quem não puder ver hoje, terá outra oportunidade amanhã, às 19h.

O que é o ‘Urbanóides’?[/INT] Inspirado em um rap, de autoria de Frank Ejara e sua banda de Rap/Hip-Hop, Operação Diamante, "Urbanóides 2.0" utiliza-se das técnicas de Robotting, Popping, Boogaloo e Puppet - um mix de danças urbanas e contemporâneas – para abordar o poder que os grandes centros urbanos exercem sobre as pessoas, capturando-as e induzindo-as para somente buscarem seus sonhos. A montagem destaca ainda o comportamento das pessoas que vivem nas grandes cidades e esquecem os valores primordiais de humanidade, tornando-se meio homens, meio andróides.

Discípulos do Ritmo. A Cia. surgiu em 1999, quando Frank Ejara decidiu expor suas descobertas e ideias sobre os fundamentos e estilos das danças urbanas da atualidade.

Em 2001, em conjunto com o coreógrafo alemão Storm, conceberam o espetáculo "Tá Limpo" que se apresentou em turnê na Europa, em 2002 e 2003, com grande destaque no Festival de La Villete, em Paris.

Serviço. Urbanóides 2.0, Teatro Sesi São José – Av. Cidade Jardim, 4.389, Bosque dos Eucaliptos. Hoje (às 20h) e amanhã (às 19h). Entrada: franca, os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início da apresentação. Telefone: (12) 3936-2611. Duração: 54 minutos.

Fonte : http://www.ovale.com.br/viver/em-busca-do-ritmo-perfeito-1.180656

 



Escrito por Ricardo Serapião às 11:42:38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Outra grande dica para o feriado vem do SESC São José dos Campos :

SESC São José tem programação especial para o feriado




No dia 15 de novembro, terça, feriado da Proclamação da República, o SESC São José dos Campos oferece uma programação com música, esporte, literatura e brincadeiras para todas as idades.

Às 10h30 acontece o Torneio SESC de Futsal Infantil, no Ginásio.

Competição com o objetivo de promover a integração, o lazer e a diversão entre crianças e adolescentes. A atividade é aberta a comunidade, para as seguintes faixas etárias: 7 a 9 anos, 10 a 12 anos, 13 a 15 anos e 15 a 17 anos.

Inscrições no dia da atividade no Setor de Esportes do SESC. Participação gratuita, com vagas limitadas.

Às 12h, o músico Chico Mendes apresenta o show Samba Salada Mista, no espaço de Convivência.

Nesse show, o cantor e compositor Chico Mendes apresenta um repertório especial com canções como "Conversa de Botequim", de Noel Rosa e "Leva meu Samba", de Ataulfo Alves, entre outras.

Nesta apresentação acompanham Chico Mendes o grupo Sambachoro, formado pelos músicos paulistanos Rodrigo Carneiro (violão de 7 cordas), Émerson Bernardes (cavaquinho), Maik Moura (bandolin / vocal), Marcelo Ramos (pandeiro / vocal), Koka Pereira (percussão) e Fábio Ferreira (surdo de marcação).

Entrada franca e recomendação etária livre.

Às 14h, 15h, 16h e 17h acontece a atividade Modelando em argila, com instrutores do SESC, no espaço Oficina.

Nessa oficina serão exploradas diferentes possibilidades de modelar com argila, desenvolvendo a criatividade.

A entrada é franca e a recomendação etária livre, com 20 vagas disponíveis. As senhas serão entregues no local com 30 minutos de antecedência.

Encerrando a programação, às 16h, o grupo A Hora da História apresenta "Sementes da África", no espaço de Convivência.

Na apresentação serão narrados quatro contos, apresentados com o uso de recursos cênicos, interação com o público e música ao vivo.

São histórias que trazem referências da cultura afro-brasileira, contos com personagens negros, com situações que falam sobre discriminação e inclusão, ou mesmo, fábulas e histórias tradicionais de países africanos como Nigéria e Gana.

A proposta é que esta seleção de contos desperte o interesse para esta cultura tão rica e tão presente no nosso país. Ao mesmo tempo, incentivar a reflexão sobre preconceitos, diferenças e valores, uma viagem a uma de nossas origens, redescobrindo a diversidade da nossa tradição.

A entrada é franca e a recomendação etária livre.

O SESC São José dos Campos fica na Av. Adhemar de Barros, 999 - Jd. São Dimas. Mais informações pelo telefone 12.3904.2000.

Confira a programação:


Esporte

Torneio SESC de futsal Infantil
Data: 15 de novembro, terça.
Horário: 10h30
Local: Ginásio do SESC
Recomendação etária: livre
Entrada Franca
Inscrições no dia da atividade no Setor de Esportes
Vagas limitadas

Música

Chico Mendes
Data: 15 de novembro, terça.
Horário: 12h
Local: Convivência do SESC
Recomendação etária: livre
Entrada Franca

Para pais e filhos

Modelando em argila
Com instrutores do SESC
Data: 15 de novembro, terça.
Horário: 14h, 15h, 16h e 17h
Local: Oficina do SESC
Recomendação etária: livre
Entrada Franca
Entrega de senhas no local da atividade com 30 minutos de antecedência
20 vagas

Literatura

Sementes da África
A Hora da História
Data: 15 de novembro, terça.
Horário: 16h
Local: Convivência do SESC
Recomendação etária: livre
Entrada Franca
 
Fonte: Sesc / Foto divulgação


Escrito por Ricardo Serapião às 19:30:01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amigos o feriado se aproxima e muitas dicas tamém , veja essa de São Francisco Xavier :

 

São Francisco Xavier recebe festival de produtos da terra

 

Uma boa oportunidade de aproveitar o feriado prolongado e apreciar artesanatos e produtos orgânicos de cultura responsável e sustentável é visitar o distrito São Francisco Xavier. A partir deste sábado (12) até a terça-feira (15) será realizada a 9ª edição da Semana do Produtor Rural e Festival de Produtos da Terra. O evento é promovido pela Prefeitura de São José dos Campos, com apoio da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

O objetivo é incentivar a produção agrícola familiar como forma de geração de renda, além de destacar o potencial do turismo no distrito. Serão 20 barracas montadas com produtos como hortaliças, leguminosas, mel, queijos, doces, compotas, comidas típicas. Também haverá venda e exposição de artesanatos.

O evento tem abertura neste sábado (12), às 10h, com exposição e vendas de produtos e apresentação de shows durante todo o dia. Às 22h show com “Jânnio e Juann”. No domingo (13), além da exposição tem rua de lazer, brinquedos infláveis, distribuição de algodão doce e pipoca para garotada. A partir das 15h, terá apresentação de moda de viola no coreto, sanfoneiro para alegrar o público e às 22h show com a banda “Parceiros do Forró”. Dia 14 (segunda-feira), tem apresentação com “Valdecir Sanfoneiro” e às 22h “Os Traiados”. Na terça-feira (15), a exposição vai até as 16h.

A Assessoria de Eventos Oficiais e Turismo (AEOT) também terá um estande, onde distribuirá material e apresentará informações turísticas de contemplação e aventura que o distrito proporciona aos visitantes, bem como os locais turísticos da cidade de São José dos Campos.

Todas as atividades da 9ª edição serão na Praça Cônego Antonio Manzi. Mais informações pelo telefone (12) 3947-8183.

Programação

Sábado (12/11)
10h às 21h  Exposição e vendas de produtos típicos da Região
10h - Banda Marcial Novo Campo
15h - Orquestrinha de viola
20h30 - Valdecir Sanfoneiro
22h  - Jannio e Juann

Domingo (13/11)
10h às 21h - Exposição e vendas de produtos típicos da Região
13h às 17h - Brinquedos Infláveis / Rua de Lazer / pipoca e algodão doce
15h - Fábio Viola e José Henrique
20h30 - Valdecir Sanfoneiro
22h - Parceiros do Forró

Segunda-feira (14/11)
10h às 21h - Exposição e vendas de produtos típicos da Região
20h30 - Valdecir Sanfoneiro
22h - Os Traiados

Terça-feira (15/11)
10h às 16h - Exposição e vendas de produtos típicos da Região

Fonte : http://www.sjc.sp.gov.br/noticias/noticia.aspx?noticia_id=10849



Escrito por Ricardo Serapião às 19:24:19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amigos passam de 23 horas do dia 10 de Novembro, as dicas culturais por vezes necessita ser garimpada, pesquisada e analisada para conceituar uma valorosa contribuição cultural para nossa região. Desde quanto tivemos conhecimento de algumas obras literárias interessantes informativas sobre nossa região de cunho cultural, comecei a pesquisar obras atualizadas de nossa história do Vale do Paraíba. Recentemente o livro perfil dos tempos, o livro Luzir, o projeto livro/DVD do filme Caminhos da Mantiqueira e agora traremos a vocês um convite para o lançamento do livro : A Riqueza de um  Vale.

Confiram:

Marque esta data e horário em sua agenda: dia 18 de novembro, das 18h30 às 22 horas!
Nesta noite você tem um compromisso com o bom gosto, com a arte, com a natureza e - sobretudo - com a necessidade que cada um de nós tem de lançar um olhar para uma região que pode estar morrendo em câmera lenta. Vai ser nessa noite - na Editora Netebooks ( Av. Barão do Rio Branco, 284 no Jardim Esplanada - São José dos Campos ) que o fotógrafo Ricardo Martins (foto) estará lançando seu novo livro: A Riqueza de Um Vale.

 A revista Trip, em seu site, publicou um comentário bastante oportuno sobre a obra e a região:

"Com mais de três milhões de habitantes e duas das maiores reservas naturais do sudeste brasileiro em suas fronteira, o Vale do Paraíba é muito mais do que a região por onde passa a Via Dutra em sua ligação Rio-São Paulo. No total são quase 60 municípios divididos entre São Paulo e Rio de Janeiro, grande parte deles bastante industrializados e com economias vibrantes. Mas o que chama mesmo a atenção na região do Rio Paraíba é a beleza natural e arquitetônica, especialmente nas Serra da Bocaina e da Mantiqueira.  

São essas belezas que aparecem no novo livro do fotógrafo Ricardo Martins, A Riqueza de Um Vale , que está saindo neste mês com belíssimas imagens fotografadas por toda a extensão do Vale do Paraíba. Natural de São José dos Campos, a maior cidade da região, o fotógrafo explora técnicas de super-exposição e gasta até quatro horas na produção de suas imagens, um trabalho de muita dedicação e paciência que recompensa o esforço com resultados belíssimos.

Segundo o próprio autor, o livro foi produzido para mostrar a região de uma forma nunca vista antes. E a julgar pelos resultados, Ricardo está no caminho certo. O livro será lançado pela editora independente Kongo, do próprio fotógrafo, e chega às livrarias com 220 páginas de fotos da região. Na galeria abaixo você vê uma prévia do trabalho de Ricardo Martins em seu mais novo livro."  

Não pode faltar em sua estante:

Livro: A riqueza de um vale
Autores: Ricardo Martins
220 Páginas
Preço: R$ 160
Editora: Kongo

veja o site do Ricardo Martins, cada foto lindissima de nossa região : www.ricardomartins.org

Fonte : http://www.jlsocial.com.br/news234.htm



Escrito por Ricardo Serapião às 23:19:20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Boa noite a todos, vamos as dicas de hoje. Recebemos uma indicação do nosso grande amigo Moacyr Pinto da Silva, escritor, sociólogo e divulgador da cultura do Vale do Paraíba. Selecionei algumas dicas culturais para vocês mas no final da mensagem tem um lik que podem conferir a programação completa dessas dicas para a Cidade de São sebastião. Aproveitem porque têm muitos eventos para o feriadão na cidade :

11/Novembro

LANÇAMENTO DO LIVRO “TRADIÇÕES CULTURAIS DO QUILOMBO DA FAZENDA PELAS VOZES DA COMUNIDADE: DA CONSTRUÇÃO DA
RODOVIA RIO SANTOS AOS DIAS ATUAIS”
Autora: Tamara Fresia Mantovani de Oliveira. Realizado com patrocínio da Secretaria do Estado de Cultura,
por meio do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (PROAC -2010). Participação das lideranças Laura Braga,
Lucia Assumpção, Zé Pedro Vieira, para socialização do processo de reconstrução de suas tradições culturais pela
comunidade após a criação da Associação dos Remanescentes do Quilombo da Fazenda (ARQF).


20h | Local: Pátio da Sectur (Rua da Praia – Centro)


CINECLUB EDIVALDO NASCIMENTO [CINEMA]

20h15 | Local: Videoteca Municipal de São Sebastião (Rua da Praia – Centro)

Exibição do filme DE PASSAGEM (Ricardo Elias, SP, 2003, fic, cor, 35mm, 87’).
Sinopse: Longa-metragem de estréia do diretor Ricardo Elias, ambientado na periferia da capital paulista,
conta a transitoriedade de um personagem marginalizado. O longa é pontuado por reminiscências da infância
– e também do passado recente que não merece ser rememorado, já que a morte pode ser um bom esconderijo para a vida.


Classificação indicativa: 12 anos. Entrada franca.


14/11

RODA DE CAPOEIRA E SAMBA DE RODA
20h | Local: Em frente à Sectur (Rua da Praia – Centro)


16/11

APRESENTAÇÃO DE BREAK DANCE E
PALESTRA COM O TEMA “HIP HOP EM SÃO SEBASTIÃO”
Palestrantes: Edson José dos Santos (Guerreiro) / Fábio Mathias Catarino
A partir das 20h | Local: ETEC (Rua Ítalo Nascimento, 366 – Porto Grande)


19/11

MANIFESTO A ZUMBI DOS PALMARES
Apresentação: Meire Pedroso/Marco Antonio Simões
APRESENTAÇÕES DO GRUPO DE DANÇA - TEATRO GUADALQUIVIR
Coreografias: Apharteid/ Xica da Silva/ Rita Baiana do Cortiço. Coreógrafa: Martine Blain
PRESENÇA DO EDUCADOR, SOCIÓLOGO E MILITANTE SOCIAL
MOACYR PINTO | APRESENTAÇÃO DE SUAS OBRAS
“EU TENHO O MEU SONHO – A sabedoria e os causos do seu Zé Pedro, Mestre quilombola da Casa de Farinha
de Ubatuba – SP” e “HIENA - Minha revolta não se vende”.

A partir das 20h |
Local: Centro Cultural de São Sebastião “Batuíra”
(Rua Martins do Val, 81 – São Francisco)

No Teatro Municipal
Av. Dr. Altino Arantes s/nº – Rua da Praia – Centro | (12) 38924489 / (12) 3892.4462

12/11

“DUO BICO DE PENA” [MÚSICA ERUDITA]
20h | Parceria entre Prefeitura Municipal de São Sebastião e SESI. Entrada franca. Classificação indicativa: Livre.

13, 14 e 15/11

1º FESTIVAL ESTUDANTIL DE MÚSICA “ÍTALO NASCIMENTO” [MÚSICA]
19h | Festival reunirá todas as unidades da Etec situadas no cone leste paulista. Entrada franca.
Classificação indicativa: Livre.

20/11

"BIG TOWN - SÃO PAULO" COM FERNANDO ZUBEN [MÚSICA]
20h |
Ingresso: Inteira R$30,00 e meia R$15,00. Inteira antecipada R$20,00. Meia antecipada R$10,00.
Retire na bilheteria do Teatro, a partir do dia 18/11, das 14h às 19h.
Classificação indicativa: Livre.


veja a programação completa em : http://www.saosebastiao.sp.gov.br/finaltemp/pdfs/agenda_cultural_nov11.pdf



Escrito por Ricardo Serapião às 20:10:35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Música, Livros
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Delirios de Ruinas
Votação
  Dê uma nota para meu blog