Agenda Cultural Vale


Amigos é com satisfação que posto uma grande dica cultural para os amigos que gostam de ótimos livros. Indico o livro de  nosso amigo André Kondo, agora em Taubaté. Com direito a apresentação de Taikô e muitas outras atrações, vejam :

CONVITE PARA UMA VIAGEM AO JAPÃO!

Lançamento do livro Contos do Sol Nascente (em prol da ASSID – Associação para Síndrome de Down de Taubaté). Por favor, para quem é da região, divulgue o evento para os amigos! Obrigado!


Data: 26 de Novembro de 2011 (sábado)
Horário: 9:30 ao meio-dia
Local: Teatro do Parque Municipal Vale do Itaim
Av. São Pedro, 2000 – Jardim América  – Taubaté/SP
Entrada franca.




Programação:

  • Apresentação do Grupo de Taikô Kyoukoku Daiko, de São José dos Campos
  • Apresentação de Karatê, com a atleta da seleção paulista, Patrícia K.
  • Exposição da artista plástica japonesa Mimi, com tema nipônico
  • Distribuição de origami
  • Degustação de sushi


Cada pessoa que doar R$ 10,00 para a ASSID receberá de presente um exemplar do premiado livro “Contos do Sol Nascente” (editora JBC), de André Kondo. A obra recebeu recentemente o Prêmio Bunkyo de Literatura 2011, a Menção Honrosa no Prêmio Esfera das Letras – Portugal, e o apoio do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura do Governo de São Paulo.



Press release:

CONTOS DO SOL NASCENTE

“Por que os Contos do Sol Nascente emocionaram tantas pessoas nos países do poente, recebendo tantos prêmios literários no Brasil e em Portugal? Talvez porque entre o nascente e o poente... brilha uma única alma humana.”

Em suas aventuras pelo Japão, André Kondo seguiu as pegadas de Miyamoto Musashi, meditando na caverna em que o mais célebre samurai deitou a sua espada (condensando a alma japonesa no livro dos Cinco Anéis). Porém, não foi sob a sombra de Musashi que o autor encontrou a inspiração para escrever “Contos do Sol Nascente”.
Ao escalar o sagrado Monte Fuji, Kondo vislumbrou, sob a luz do luar, um idoso casal vencendo as rochas vulcânicas. Ao passar pelo torii, o pórtico no topo do Monte Fuji, o casal foi iluminado pelos primeiros raios de sol... Nesse instante, vislumbrou-se a força milenar de um povo, reluzindo ao longo dos anos, em busca da eternidade...
A partir de então, sobre a ponte construída pelos seus pais, André Kondo traz, ao Brasil, um pouco da luz da aurora de um povo.
Dos quinze contos, ilustrados pelo artista Von Victor, que compõem o volume, mais da metade foi distinguida em algum prêmio literário, sendo que o livro foi um dos vencedores do Prêmio Bunkyo de Literatura 2011, recebendo também menção honrosa no Prêmio Esfera das Letras, de Portugal. Em reconhecimento ao seu valor literário, a obra recebeu o apoio do Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Estado da Cultura do Governo de São Paulo, em 2010.
Porém, o maior mérito deste livro não reside em sua qualidade literária, mas na sutileza com que as suas palavras chegam a nós, como flores de cerejeira ao vento...


Sinopse:

Ao viajarmos por este livro rumo ao Japão, encontraremos a pintura da perfeição de mestre Tsuji, a mira do destino no arco de Satoru, o brilho da relíquia nas mãos de Koetsu os contornos do vaso dos cinco elementos de Eiti, a faixa preta do órfão Kentaro, as batidas do silêncio do tambor de Hayashi, o sabor de um chá que demorou sete anos para ser preparado por Yuudoi, o som da flauta mágica de Harada, o bonsai gigante de Ito, a xilogravura sem fim de Nobuo, as cordas do coração do shamisen de Emi, o origami desdobrado de Masao, o abraço sem braços da boneca de Kokeshi e as flores da vida no quimono de Hana...
Por que os Contos do Sol Nascente emocionaram tantas pessoas nos países do poente, recebendo tantos prêmios literários no Brasil e em Portugal? Talvez porque entre o nascente e o poente... brilha uma única alma humana.


Sobre o autor:

André Kondo não traz apenas no sobrenome a escrita nipônica; seus contos também refletem a alma do país do Sol Nascente. Do Festival da Neve de Sapporo em Hokkaido ao vulcão Sakurajima em Kyushu, passando pelos templos de Quioto e ruelas de Tóquio em Honshu até os redemoinhos de Naruto em Shikoku, o autor não apenas morou e viajou pelas ilhas do Japão, mas também mergulhou profundamente na alma japonesa, tentando encontrar a essência deste povo que flui em seu sangue. Kondo também é autor dos livros “Além do Horizonte” e “Amor sem Fronteiras” (Prêmio Paulo Mendes Campos UBE-RJ). A lançar: “O Pequeno Samurai” (Dupla Menção Honrosa – Prêmio Nacional de Literatura João-de-Barro 2009) e “Palavras de Areia” (Prêmio Alejandro Cabassa UBE-RJ 2011). Pós-graduado pela Universidade de Sidney – Austrália, aventurou-se pelos cinco continentes, viajando por 60 países. Neste novo livro, “Contos do Sol Nascente” (Prêmio Bunkyo de Literatura 2011, M.H. Prêmio Esfera das Letras – Portugal e ProAC 2010), o autor retorna ao lar.


Dados técnicos:

Título: Contos do Sol Nascente
Autor: André Kondo
Gênero literário: Contos
Ilustrador: Von Victor
Editora: JBC
Ano da publicação: 2011
Número de páginas: 120
ISBN: 978-85-7787-408-8


Contatos:

Autor:
E-mail: kondoandre@gmail.com
Skype: andre.kondo
Telefone: (11) 9432-8289

Editora:
E-mail: jbc@editorajbc.com.br
Tel: (11) 5575-6286 / fax: (11) 5549-0319
Endereço: R. Loefgreen, 1291 – 8º andar Vila Mariana 04040-031 São Paulo/SP

Blog do livro:



Projeto realizado com o apoio do Governo de São Paulo
Secretaria de Estado da Cultura – Programa de Ação Cultural - 2010.


www.contosdosolnascente.blogspot.com



Escrito por Ricardo Serapião às 19:28:31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amanhã está sem idéia do que fazer ? Ok, ajudamos você. Veja essa dica do SESI de São José dos Campos :

Teatro do Sesi São José dos Campos apresenta a peça As Noivas de Nelson



 

Adaptação do livro A vida como ela é..., de
Nelson Rodrigues, a companhia abordará a questão
do Amor versus a Morte através da interpretação
dos temas noivado, casamento e viuvez
As sessões serão realizadas na quinta
e sexta-feira (24 e 25/11), às 20h
A entrada é franca


Nos dias 24 e 25 de novembro, às 20h, o Teatro do SESI São José dos Campos apresenta, gratuitamente, a peça dramática As noivas de Nelson, da Cia. Paulista de Artes. A montagem é uma das 15 selecionadas para integrar o circuito Viagem Teatral 2011 - 2ª Temporada, promovido pela entidade em todo o Estado.

Baseado em cinco contos do livro A vida como ela é..., de Nelson Rodrigues, o espetáculo aborda, de alguma maneira, os temas noivado, casamento e viuvez, presentes na obra do escritor.

Diante da ordem bíblica crescei e multiplicai-vos ou do chamado da natureza para a procriação da espécie, as narrativas traçam uma radiografia patética do ser humano e seus encontros e desencontros à procura do amor.

Cientes da importância de manter vivos grandes autores brasileiros, o grupo resgatou textos de Nelson Rodrigues, publicados há quase meio século, para mostrar sua atualidade e a importância deles nas transformações do teatro brasileiro e da sociedade nos séc. XX e XXI.

Da exibição de pequenas falhas que ganham dimensões trágicas, a peça reflete com muito humor a dicotomia Amor versus Morte, elemento fundamental da ficção e do teatro de Nelson Rodrigues. Afinal de contas, como afirmou o próprio autor: toda a minha obra é uma reflexão sobre o amor e a morte.

Sobre a Cia. Paulista de Artes

Criada em 1991, a Cia. Paulista de Artes desenvolve, desde sua formação, produções teatrais infantis, apresentadas para mais de 90 mil pessoas em todo o estado, e produções para o público adulto que circulam pelos mais importantes festivais do Brasil.

Dentre suas montagens, destacam-se a peça No exercício da paixão, baseada em livro de Nelson Rodrigues e vencedora de 32 prêmios; Cobrindo a Megera, de olho na fera!, espetáculo de rua escrito por Rosangela Brigoni e ganhador de 13 prêmios; Jogos na hora da sesta, de Roma Mahieu; e o espetáculo infantil Faz-de-conta que você canta e conta um conto a cada canto.

Até o momento, a companhia soma em seu currículo 55 prêmios. Representou por duas vezes o Brasil no XVII Internacional AIDS Conference, sendo uma no México e outra em Viena (Áustria).

Sobre Nelson Rodrigues

Nelson Rodrigues nasceu em 1912, no Recife, Pernambuco, e, quatro anos depois, mudou-se para a cidade de Rio de Janeiro, adotando eternamente a cidadania ‘sou essencialmente carioca'. Sua vida pessoal e familiar foi marcada por acontecimentos trágicos que viriam a influenciar e ressurgir como temas em sua obra.
Durante longos anos trabalhou como repórter policial, onde lapidou o estilo que iria consagrá-lo como jornalista, escritor e dramaturgo. Seu primeiro sucesso artístico foi Vestido de Noiva, peça na qual o autor propõe uma renovação teatral nunca antes vista.

No decorrer da década de 1950, escreveu a coluna diária A vida como ela é ..., no jornal Ultima Hora; textos curtos, produzidos para o momento, mas que atingiram universalidade e popularidade em todas as suas edições.
O amor, o adultério, a traição, o incesto e a morte são traços característicos de sua assinatura. Deixou o legado de uma obra teatral genial formada por 17 peças de vital importância para a compreensão das contradições humanas. Faleceu em 1980 e, até a morte, foi torcedor fanático do Fluminense Futebol Clube.

Ficha Técnica
Texto: Nelson Rodrigues
Adaptação e direção: Marco Antônio Braz
Assistente de direção: Anamaria Barreto
Elenco: Aline Volpi, Anamaria Barreto, Ana Paula Castro, Basílides Ortega, Edivaldo Zanotti, Marcelo Peroni, Marici Nicioli, Rosangela Torrezin, Vivi Masolli e Vladimir Camargo.
Cenários e figurinos: Juliana Fernandes
Iluminação: Guilherme Bonfanti
Sonoplastia: Marco Antônio Braz


SERVIÇO
Viagem Teatral 2011 - 2ª Temporada
Espetáculo: As noivas de Nelson

Local: Teatro do SESI São José dos Campos - Av. Cidade Jardim, 4.389, Bosque dos Eucaliptos.
Datas e horários: dias 24 e 25 de novembro (quinta e sexta-feira), às 20h.
Capacidade: 388 lugares
Gênero: Tragicomédia
Duração: 75 minutos
Recomendação etária: Não recomendado para menores de 14 anos
Entrada: Franca - os ingressos serão distribuídos uma hora antes de cada apresentação.

Mais informações: (12) 3936-2611

 
Fonte: Sesi



Escrito por Ricardo Serapião às 20:20:36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Gostaram da dica de teatro que postamos abaixo ? Aproveite, grandes atrizes, recomendo.

Bom, então veja essa dica para Campos do Jordão , anote em sua agenda porque é para os primeiros dias de Dezembro, veja :

 

Nos dias 03 e 04 de dezembro acontecerá em Campos do Jordão, a 11ª. edição da tradicional Festa das Hortênsias organizada pela colônia japonesa local.

O evento acontecerá no Parque das Cerejeiras, em Vila Albertina e terá apresentação de danças folclóricas, comidas típicas, artesanato, malharia e outras atrações.

A festa será realizada pela Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo "Recanto de Repouso Sakura Home" e Clube Cultural e Recreativo Cereja.

Veja abaixo a programação:

Data: 03 de dezembro - sábado
10h00 - Kaito Shamissen - Taiko, Shakuhati e Shaminssen - Música e Danças Folclóricas Japonesas (Responsável: Sr. Kaito)
10h30 - Seizan Ryu - Danças Típicas Japonesas (Responsável: Sra. Ishibashi
11h30 - Dança do Ventre - Grupo Badra (Responsável: Profª Caloa) - Taubaté
12h00 - Matsuri Daiko Bon Odori - Fukushima Kenjin Kai de Mogi das Cruzes
13h00 - Vanessa Ballet - Clássico e Jazz (Crianças e Adultos) (Responsável: Profª Vanessa)
14h00 - Aberto para Karaokê
15h00 - Matsuri Daiko Bom Odori - Fukushima Kenjin Kai de Mogi das Cruzes
15h30 - Aberto para Karaokê

Obs.: Apresentações intercaladas com animação e canções do Sr. Fujita

04 de dezembro - domingo
10h30 - Grupo Shokaku Kan - Arte Marcial Estilo Shintoryu - (Responsável: Prof Marcelo) - 1ª apresentação
11h00 - Soma Bon Odori - Fukushima Kenjin Kai de Atibaia (Responsável: Kurozawa) - 1ª apresentação
11h30 - Tenryu Wadaiko - Associação Cultural de São Miguel Paulista (Responsável: Sra. Nair Yano) - 1ª apresentação
12h00 - Abertura Oficial
12h30 - Grupo Shokaku Kan - Arte Marcial Estilo Shintoryu (Responsável: Prof. Marcelo) - 2ª apresentação
13h00 - Grupo Kenkô Shoguen Taisô (Responsável: Profª Toshie Kawazoe)
14h30 - Tenryu Wadaiko - Associação Cultural de São Miguel Paulista (Responsável: Sra. Nair Yano) - 2ª apresentação
15h30 - Soma Bon Odori - Fukushima Kenjin Kai de Atibaia (Responsável: Kurozawa) - 2ª apresentação

Obs.: Apresentações intercaladas com animação e canções do Sr. Fujita

SERVIÇO
11ª Festa das Hortênsias de Campos do Jordão
Data: 03 e 04 de dezembro de 2011
Horário: das 09h as 17h
Local: Parque das Cerejeiras
Vila Albertina - Campos do Jordão - SP
Informações: (12) 3662-2911
Entrada Franca

 

Fonte: Vpress - Assessoria de Imprensa e Comunicação



Escrito por Ricardo Serapião às 20:09:29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amigos, temos muitas dicas culturais para os próximos dias.

Vamos aos eventos :

Sopros de vida’ é atração em São José - Nathália Timberg e Rosamaria Murtinho fazem apresentações no Colinas


Duas grandes estrelas do teatro e da televisão brasileira encenam texto de um dos dramaturgos ingleses mais consagrados das últimas décadas, autor de sucessos como “As Horas” e “O Leitor”, sob a direção do premiadíssimo Naum Alves de Souza.

Recebido calorosamente por público e crítica na Inglaterra, EUA e Espanha, o espetáculo “Sopros de Vida” é de autoria de um dos grandes expoentes da dramaturgia contemporânea: o inglês David Hare.

Origem - A peça estreou nos palcos londrinos em 2004 com Judi Dench e Maggie Smith, o que acabou classificando o texto como um deleite para atrizes “puro sangue”.

Agora, “Sopros de Vida” chega a São José, na próxima sexta, no Teatro Colinas, sob direção do premiadíssimo Naum Alves de Souza e com um par de estrelas que dispensa apresentações: Nathália Timberg e Rosamaria Murtinho.

Foi com Rosamaria que a reportagem de O VALE falou por telefone da residência da atriz no Rio de Janeiro, cidade a qual ela viveu quase sempre, exceto quando morou em São Paulo, por 13 anos, na década de 60.

História - “Na peça ‘Sopros de Vida’, duas mulheres se enfrentam num sutil embate pelo mesmo homem, partilhado por ambas durante mais de 25 anos”, diz Rosamaria Murtinho. Com um detalhe surpreendente: “A amante (vivida por Nathália) é mais velha que a esposa (Rosamaria) e até mesmo que o próprio marido”, revela.

A partir desta trama, as personagens de David Hare “revelam uma gama de sensações, sentimentos e seus preconceitos”, diz a atriz e completa: “(Essas sensações) têm tornado a peça em “algo muito atrativo para o público masculino, talvez por se reverem no personagem escorregadio, sonso, o distraído Martin que tem duas mulheres”, adianta Rosamaria.

“Sopros de Vida” é uma comédia dramática em quatro quadros, em ato único. A peça tem percorrido o Brasil. Semana passada esteve em Bauru.

Ficha técnica - Além do ótimo elenco e direção, o alto gabarito da montagem brasileira se estende à equipe técnica, que conta com Beth Filipecki nos figurinos e Celina Richers nos cenários, profissionais que já trabalharam com Naum em diversos projetos.

“Sopro de Vida” teve ainda a tradução de Naum Alves de Souza e Nathalia Timberg, iluminação de Wilson Reiz, direção de Produção de Humberto Braga.

Serviço - Teatro Colinas Espetáculo Sopro de Vida. Datas: 25 26 e 27. Dias 25 e 26, às 21h, e domingo às 19h. Ingressos: R$ 70 e R$ 35 (meia). Telefone: (0xx12) 3204-5235.

Fonte : www.ovale.com.br



Escrito por Ricardo Serapião às 20:05:49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Música, Livros
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Delirios de Ruinas
Votação
  Dê uma nota para meu blog